3 de novembro de 2022

As semanas de moda e as novas tendências

As Semanas de Moda, principalmente as internacionais, são como uma bússola fashion: norteiam as próximas tendências no mundo. Em setembro deste ano, demos o start nos desfiles de Primavera/Verão 2023 nas principais capitais da moda, iniciando, como de costume, por Nova York, seguindo por Londres, Milão e Paris.

New York Fashion Week (NYFW)

Abrindo o fashion month e sendo a semana de moda mais comercial entre as quatro principais, a New York Fashion Week apresentou centenas de desfiles inesquecíveis de marcas já consolidadas, mas também de novos designers para ficarmos de olho, como Peter Do. O evento trouxe mais estilistas negros, marcas sustentáveis e modelos com diversos tipos de corpos. Um dos marcos da NYFW deste ano foi a collab entre a marca italiana Fendi e a marca americana Marc Jacobs para celebrar os 25 anos da clássica it-bag Baguette.

A única marca brasileira a entrar na passarela oficial da NYFW foi a PatBo, que cada vez mais conquista seu espaço no cenário da moda internacional, com tendências do momento e o seu clássico handmade.

As tendências observadas nessa semana de moda foram cores fortes e contrastantes, franjas, drapeados, crochê, recortes, assimetrias, fendas e, por fim, o comprimento mini foi quase unanimidade. É bom pensar que no próximo verão nossos corpos estarão expostos e livres após tanto tempo de reclusão devido à pandemia.

Londres Fashion Week (LFW)

A LFW aconteceu poucos dias após o falecimento da Rainha Elizabeth II e esse momento histórico foi considerado pela maioria dos estilistas, os quais alteraram suas coleções trazendo o sentimento de luto para homenagear aquela que liderou a nação inglesa por 70 anos. O designer Richard Quinn, que em 2018 recebeu o prêmio Queen Elizabeth II Awards pelas mãos da própria soberana, dedicou a primeira parte do desfile à monarca com várias modelos vestindo a cor preta e peças que lembravam o estilo que ela usava.

Além do preto clássico fazendo referência ao luto pela perda da rainha, cores fortes como o rosa da tendência Barbiecore, azul cobalto e laranja estiveram muito presentes nas passarelas. Metalizado, handmade e o jeans foram usados de forma nada básica, sinalizando fortes tendências.

Milão Fashion Week (MFW)

Sucedendo a LFW, a MFW foi cheia de energia, cor e brasilidade! Um dos primeiros eventos da semana foi o Brasil Eco Fashion Week (BEFW), o qual lançou nomes nacionais no mercado europeu. Marcas como Ateliê Mão de Mão e Meninos Rei nos representaram por lá.

Além dos brasileiros, obviamente tivemos os clássicos e tradicionais desfiles de marcas italianas como Prada, Bottega Veneta, Dolce & Gabanna, Versace, entre outros. A Gucci também esteve presente e trouxe um desfile único e questionador, intitulado de Twinsburg, em que o diretor criativo da marca, Alessandro Michele, trouxe 68 pares de gêmeos para o desfile – uma reflexão de identidade e alteridade.

Paris Fashion Week (PFW)

Por último, a mais aguardada e cobiçada, Paris Fashion Week! Na capital da moda, grandes nomes como Chanel, Louis Vuitton, Hermès e Dior fizeram os seus shows. Os destaques para as tendências da Primavera/Verão 2023 PFW foram a cintura baixa, handmade, utilitarismo (aka, calça cargo), ombros marcados, luvas e recortes estratégicos.

Muito também foi falado sobre o desfile surpresa da marca Yeezy, do polêmico Kanye West, em que o rapper e estilista americano usava uma camisa que tinha escrito White Lives Matter (vidas brancas importam). Já a grife francesa Coperni, viralizou nas redes sociais com o “vestido spray” criado no corpo da topmodel Bella Hadid. A magia aconteceu devido ao tecido pulverizável chamado Fabrican.

A Paris Fashion Week é sempre glamorosa, estonteante e tem a sofisticação que a Cidade Luz pede, um verdadeiro poço de inspiração para os amantes da moda que, assim como eu, sonham em um dia poder ver isso ao vivo. Enquanto isso, podemos nos deleitar do lado de cá com esse mundo extraordinário que está em constante evolução e colocarmos o que vimos nas passarelas em nosso dia a dia (fazendo todas as adaptações necessárias, porque o calor já chegou!).

 

*Por Anna Clara Deschamps – membro do Projeto Moda e Comunicação da ETA-UFAL

Tem interesse em receber mais material , se cadastre abaixo:

3 de novembro de 2022