11 de novembro de 2022

A regata branca

Imagina um ano onde a regata branca invade as passarelas e se torna um ícone de moda. Talvez você tenha pensado “foi o que aconteceu no início dos anos 2000”. Sim, mas duas décadas depois, estamos com a peça novamente como protagonista, por exemplo, abrindo a coleção 2023 da Prada.

A peça apareceu também nas coleções de Bottega Veneta, Miuccia, Chloe, Sacai e até mesmo Renner. A história da regata branca antecede e muito dos anos 2000, tendo por origem o século XIV onde era utilizada como traje de banho e roupa de baixo.

A peça é considerada democrática por combinar com todos os estilos e vestir todos os corpos, tanto para homens quanto mulheres sendo definitivamente uma peça coringa. Ela já mostrava sinais de retorno desde coleções passadas, como no desfile ready-to-wear da Jacquemus na coleção de primavera 2022 com tiras, recortes e tranças dando um novo visual.

Celebridades voltam a apostar com tudo na peça, até mesmo tirando o clichê de “básica” como a Bruna Marquezine, que utilizou a regata da Prada durante a semana de moda de Milão. A regata é perfeita para diversas ocasiões, basta usar a criatividade.

*Por Séfora Guimarães

Tem interesse em receber mais material , se cadastre abaixo:

11 de novembro de 2022