9 de março de 2022

Um novo estilo?

* Por Séfora Guimarães

Nas redes sociais sempre há uma novidade ou febre que mexe com a cabeça de todos, no entanto, um novo padrão tem chamado atenção entre os jovens e adolescentes e cada vez tem ganhado mais espaço entre as demais faixas etárias. Todos nos acostumamos e nos adaptamos à ideia dos 7 estilos universais e consideramos todos os outros estilos derivados desses 7 iniciais, no entanto, o aesthethic tem ganhado fama de ser um novo estilo.

O estilo vai muito além das peças de roupa ou de qual o visual final do look, ele abrange seu estilo de vida de modo geral, crenças, quais livros e música consome, redes sociais que utiliza, sua alimentação, lugares que frequenta, círculo social. Tudo isso compõe o que define um estilo, por isso, o aesthetic tem ganhado cada vez mais força no mundo da moda.

Mas, o que seria o aesthetic? O termo em inglês, que significa estética e segue um padrão único onde fica definido cor, corte, sua vertente, geralmente está associado a termos como romantismo, gótico ou infantis. No entanto, diversas vertentes tem surgido e apesar de conter elementos dos estilos universais seus elementos compõem um cenário muito específico. Por isso vamos apresentar aqui 3 deles.

 

1-Cottagecore

Esse estilo faz alusão à vida simples no campo, mais tranquila e caseira em um ambiente mais íntimo, com materiais naturais, rústicos, artesanato, aquisição de bens duráveis, e um estilo de vida simples. Há predominância de cores mais suaves e também terrosas, a reflexão sobre a vida natural e sustentabilidade são fundamentais. Essa é  interpretação romantizada da vida agrícola ocidental, onde se anseia estar em completa harmonia com a natureza abrangendo decoração, moda, um clima nostálgico e valorização de  tarefa, produção própria de alimentos e jardinagem. Essa estética ganhou força durante a pandemia com características da diminuição do ritmo diário.

 

 

 

2-Kidcore

Miçangas, presilhas, simbologia, maquiagens artísticas, muita cor, looks divertidos e vibrantes, filtros de flores e stickers no rosto. O estilo ganhou notoriedade com grandes nomes da música pop, como Harry Styles, Billie Eilish e o grupo de k-pop Black pink. O aconchego de um estilo nostálgico que remete à infância nos anos 90 e 2000 enfatiza o conforto e divertimento de uma vida intensa, única e despreocupada. Um estilo japonesa que muito se assemelha a ele é o Dekora.

 

3- Dark Academ

Esse estilo deriva de uma subcultura que valoriza o conhecimento acadêmico, leitura e escrita. Lembrando os preppies, alunos das escolas preparatórias dos EUA dos anos 70, mas a inspiração principal vem dos anos 40 e 50. Amantes de literatura, arte e música clássica, a estética se aproxima da arquitetura gótica e romântica, manuais de organização, sugestões culturais, tons terrosos, tecidos específicos, ar vintage, muitas camadas e arte.

Em quais dos 7 estilos universais vocês colocariam esses três? Ao olharmos de forma mais ampla, vemos a diversidade, representativa e identificação em cada um dos estilos, estéticas e conceitos que não estamos acostumados a ver, por exemplo, quando começamos a pesquisar sobre os estilos na moda japonesa. E você? Qual dos 3 estilos acima achou mais interessante?

 

 

Tem interesse em receber mais material , se cadastre abaixo:

9 de março de 2022